segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

CONDORITO DE ORO   30         

CHILE           

EDITORA TELEVISA             

1995            



Em formatinho,14 x 20,5,colorido e 100 páginas. Esta revista é de número 30 no Chile e 51 na Argentina e foi lançada em 10 de Janeiro de 1995.
Condorito é um personagem de quadrinhos criado pelo cartunista chileno René Ríos, conhecido como Pepo. Estrelada por uma personificação antropomórfica de um condor que habita uma cidade fictícia chamada Pelotillehue,um estereótipo de diversas cidades provincianas chilenas . A obra é extremamente popular por toda a América Latina hispanófona, onde passou a fazer parte da cultura popular geral, apesar de sua origem chilena.
A estrutura do Condorito é extremamente simplista; cada página tem uma piada independente, sem qualquer continuidade com as outras (embora algumas piadas sejam maiores ou menores que uma página). As piadas frequentemente tem uma natureza sexista ou chauvinista, e alguns dos detalhes dos desenhos retratam de maneira caricatural os sexos; porém o humor da tira costuma ser fundamentado em duplos sentidos que crianças dificilmente podem compreender.
Uma característica peculiar do Condorito é que o personagem que passa por uma situação constrangedora e/ou que serve como "alvo" da piada em determinada tira quase sempre cai para trás (com apenas suas pernas visíveis, e o resto do corpo fora do quadro) no último quadrinho - embora as tiras mais recentes tenham colocado a vítima da piada olhando para o leitor. Este final clássico das tiras é acompanhado por um som de queda onomatopeico (quase sempre ¡Plop!), que de tempos em tempos é substituído pela exclamação da vítima da piada: ¡Exijo una explicación! ("Exijo uma explicação!"), como uma forma costumeira de dar uma guinada na trama ou um final anticlimático.



Nenhum comentário:

Postar um comentário