segunda-feira, 22 de maio de 2017

ANIMANIACS      
HOUNDED !        

ESTADOS UNIDOS          

EDITORA GOLDEN BOOK        

1994      



  Em formato 20,5 x 20,5 , colorido e 28 páginas.   Escrito por Justine Korman e ilustrações de Animated Arts.

Yakko, Wakko, e Dot, também conhecidos como "Os irmãos Warner , e a irmã Warner", são três personagens de desenho animado , livros e quadrinhos , que aparecem na série Animaniacs.
Mas , afinal , quem sãos os irmãos Warner que aparecem no nome de uma das maiores indústrias de entretenimento do mundo, a Warner Bros? Talvez querendo responder a essa pergunta de modo bem-humorado que surgiu a ideia de "Animaniacs", um dos mais aloprados e divertidos desenhos de todos os tempos.
"Animaniacs" era uma série animada, cujos episódios eram compostos por diferentes filmetes, cada um protagonizado por uma turma de personagens diferentes. A trama inicial era das estrelas da animação, os irmãos Warner. Eles são Yakko, Wakko e Dot, três personagens de desenho criado pelos estúdios da Warner há muitos anos atrás. Eles eram tão pirados que os produtores resolveram prendê-los dentro da caixa d'água que simboliza o complexo de estúdios da Warner. Os três transformaram a caixa d'água em casa e lá vivem a infernizar os artistas e diretores que circulam pelo local, entre eles Steven Spielberg.
Yakko é o mais velho e o mais responsável da turma. Quer dizer, "responsável" não é a palavra certa; é o menos irresponsável. Tem sempre boas tiradas. Wakko é o irmão do meio. É meio criança, meio adolescente e completamente maluco. É um molecão que está sempre aprontando e tem um apetite insaciável. Já Dot é a meiga irmã caçula. A única mulher da família, ela representa bem a classe, pois é segura de si, mas não perde a feminilidade e a graça. Se bem que ela, às vezes, gosta de usar de seu charme para conseguir o que quer. Quando os irmãos se apresentam como "os irmãos Warner", ela logo emenda "e a irmã Warner". Seu nome completo é Princessa Angelina Contessa Louisa Francesca Banana Fanna Bo Besca Terceira.
Entre as figuras que os Warner mais gostam de infernizar está o guarda dos estúdios Warner. Sempre que os irmãos malucos fogem da caixa d'água, Ralf faz de tudo para tentar capturá-los, mas sempre acaba se dando mal. Quem também perde a paciência com eles é o Dr. Otto Scratchansniff, um médico que tenta a todo custo controlar a maluquice dos Warner. Ele conta com a ajuda da bela Enfermeira que, além de bonita, é extremamente inteligente. Yakko e Wakko são apaixonados por ela, repetindo toda vez que a encontra o bordão "olááááááá, enfermeira!". O bordão, aliás, serve para qualquer mulher bonita que eles encontram, mesmo que não sejam enfermeiras.
Como já foi dito, "Animaniacs" apresentava pequenos filmetes em cada episódio. As tramas seguintes à dos irmãos Warner eram ocupadas por outros personagens em esquema de revezamento. A subtrama mais famosa de "Animaniacs" é, sem dúvidas, "Pink e Cérebro". A história de dois ratinhos de laboratório que querem dominar o mundo deu tão certo que acabou se tornando uma série independente.
Também são lembrados "Slappy e Skippy", onde uma simpática senhora esquilo dava lições de vida a seu sobrinho curioso; "Bobby, Squit e Pesto", três pombos que se adoravam, mas brigavam por qualquer bobagem; "Botões e Mindy", em que um cão passava apuros para salvar um bebê "mala" de muitas enrascadas; "Minerva", uma vison fêmea que fazia sucesso entre os machos; "Rita e Runt", que mostrava a amizade entre uma gata cantora e um cachorro abilolado; "Flavio e Marita", dois hipopótamos completamente apaixonados um pelo outro; "Galo Bu" ou "Cocoricó", um galo sinistro que se disfarçava de gente; e "Chalton Chipmunk", um esquilo diretor de cinema estressado. Vale lembrar que os irmãos Warner sempre apareciam nas tramas desses outros personagens. Normalmente passavam correndo fugindo do guarda Ralf, e suas aparições não tinham qualquer relação com a história.
Assim, "Animaniacs" fazia humor non sense enquanto parodiava a própria indústria do entretenimento. Assim como "Tiny Toons", a série usava e abusava da metalinguagem e era cheio de referências ao universo pop estadunidense e contava com várias participações especiais.
"Animaniacs" (cujo nome completo era "Steven Spielberg Presents Animaniacs") era uma produção da Amblin Entertainment (de Steven Spielberg) criada por Tom Ruegger. Foi produzida entre 1993 e 1998, somando 99 episódios divididos em cinco temporadas.

sábado, 6 de maio de 2017

BAMBI   120        

FRANÇA        

EDITORA HACHETTE          

1999        



Em formato 19 x 20 , colorido e 32 páginas , lançado em Abril de 1999.

















sexta-feira, 21 de abril de 2017

THE SHIELD  4    

ESTADOS UNIDOS        

EDITORA DC          

2010        


Em formato 17 x 26,colorido e 44 páginas.   Lançado em 02 de Fevereiro de 2010,nos Estados Unidos.


The Shield , antecedeu o Capitão América como o primeiro super-herói  patriótico dos Estados Unidos, o personagem passou por muitas encarnações ao longo das décadas.
Joe Higgin era um soldado americano selecionado para submeter-se  a um tratamento experimental para que ele fosse melhorado fisicamente. Atualmente no Universo DC, este tratamento experimental tem o terno sofisticado de nanotecnologia.
Criado em 1940 por Harry Shorten e Irv Novick para "Archie Comics", era um dos primeiros heróis americanos patrióticos que usava um traje de super-heróis padronizado com a bandeira, antecedendo o Capitão América por mais de um ano. Rapidamente se tornou o super-herói mais popular.


segunda-feira, 17 de abril de 2017

ACUARAMA 77  
NUEVA PRODUCCION    

PERÚ        

EDITORA        

1977      



Em formato 21 x 29,mesclado preto e branco e colorido e 24 páginas.   Lançado no Perú em 1977.

Revista promocional do show aquático "Acuarama 77",com diversas atrações,mas a principal delas era a presença da Pantera Cor de Rosa,de enorme popularidade na época,em diversos países.


                                                          Detalhe da capa,com a Pantera.  

                                                                   Chamada de capa.

                                                              Foto usada na reportagem.

                                                        Outra foto da Pantera,no show.



domingo, 16 de abril de 2017

ANDANZAS DE PATORUZU   313    

ARGENTINA      

EDITORA DANTE QUINTERNO        

1978        



Em formato horizontal,preto e branco e 68 páginas,publicado em Março de 1978,na Argentina.

"Andanzas de Patoruzu","Correrias de Patoruzito" e "Locuras de Isidoro'',são revistas muito conhecidas na Argentina e também as mais fáceis de encontrar.O criador é Dante Quinterno (1909/2003). Junto com Patoruzú apareceram outros personagens como Isidoro e Patoruzito, os quais logo também passaram a ser publicações independentes. Desde 1936, Patoruzu se transformou em uma revista independente, que em seus melhores momentos chegou a vender 300.000 exemplares. Nesse mesmo ano, o autor funda a Editorial Dante Quinterno. Posteriormente aparecem outras publicações: "Patoruzito" (1945), "Andanzas de Patoruzú" (1956), "Correrías de Patoruzito" (1958) e "Locuras de Isidoro" (1968).
TOPOLINO 2858    

ITÁLIA      

EDITORA MONDADORI        

2010    



Em formato 14 x 18,5 ,colorido e 166 páginas,com Pato Donald,Tio Patinhas,Peninha,Patacôncio,Professor Pardal,Gastão,Maga Patalójica,Mickey,Pateta,Coronel Cintra,Minnie,João Bafo de Onça e outros personagens Disney.   Lançado em 07 de Setembro de 2010,na Itália.



ANDANZAS DE PATORUZU   401    

ARGENTINA      

EDITORA DANTE QUINTERNO        

1983      



Em formato horizontal,preto e branco e 68 páginas,publicado em Abril de 1983,na Argentina.

"Andanzas de Patoruzu","Correrias de Patoruzito" e "Locuras de Isidoro'',são revistas muito conhecidas na Argentina e também as mais fáceis de encontrar.O criador é Dante Quinterno (1909/2003). Junto com Patoruzú apareceram outros personagens como Isidoro e Patoruzito, os quais logo também passaram a ser publicações independentes. Desde 1936, Patoruzu se transformou em uma revista independente, que em seus melhores momentos chegou a vender 300.000 exemplares. Nesse mesmo ano, o autor funda a Editorial Dante Quinterno. Posteriormente aparecem outras publicações: "Patoruzito" (1945), "Andanzas de Patoruzú" (1956), "Correrías de Patoruzito" (1958) e "Locuras de Isidoro" (1968).