sábado, 21 de novembro de 2015

SUPER SOLDINO       50

ITÁLIA

EDITORA METRO

1977


Em formatinho,13 x 19,em preto e branco e 130 páginas.   Lançado em Março de 1977.
Mais um personagem conhecido de Giovan Battista Carpi.  Soldino é  um garoto que contracena muito com a Vovó Abelarda. Nas suas revistas também costumavam vir histórias  de Bongo e Nik-Nok.
O autor Giovan Battista Carpi  nasceu em Gênova em 16 de novembro de 1927 e faleceu em Genoa,em 8 de março, 1999,sendo um cartunista italiano.
Ele é  considerado o primeiro italiano a desenhar quadrinhos Disney . Seu valor como desenhista e seu perfeccionismo, a vastidão do seu trabalho, não apenas na Disney, e sua atenção aos detalhes fazem dele uma das figuras mais ilustres da cena do comics italiano.
Ele criou entre outros personagens de quadrinhos bem conhecidos para Editions Bianconi ,cpmo  Labareda (Geppo),Vovó Abelarda (Nonna Abelarda),Soldino,Tostão (Trottolino),Bingo (Sammy),Tio Bilhão (Zio Trottolone),Nicotina e outros.


                                                            Soldino,com Vovó Abelarda.
LOCURAS DE ISIDORO   272      

ARGENTINA

EDITORA DANTE QUINTERNO

1991


Em formato horizontal.preto e branco e 68 páginas,publicada em Janeiro  de 1991,na Argentina.


Isidoro Cañones é um personagem fictício dos quadrinhos argentinos, criado por Dante Quinterno. Ele foi criado como um personagem coadjuvante de Patoruzú, mas teve sua própria revista em quadrinhos mais tarde, o que é reimpresso periodicamente. Muitas vezes, o personagem é referenciado como um "playboy", mas apenas com o significado de um homem em busca de lazer e um estilo de vida de alta sociedade, sem referências a sexo. O personagem foi usado em um filme de animação de 2007.   Isidoro seria, desde sua primeira aparição, o representante legal de Patoruzú. A história em quadrinhos foi baseado na dicotomia entre ambos os personagens, com Patoruzú  cheio de virtudes e Isidoro cheio de falhas. Tentativas de Isidoro para roubar dinheiro de Patoruzú ou o estilo de vida de luxo sem trabalhar,aparecem em muitas tramas.
Dante Quinterno,nasceu em Buenos Aires em 26 de outubro de 1909 e faleceu também em Buenos Aires a 14 de maio de 2003,foi um importante autor de quadrinhos argentino, célebre por seu personagem Patoruzú.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

CUCCIOLO   12    

ITÁLIA

EDITORA ALPE

1977


Em formatinho,12,5 x 19,mesclado em preto e branco e algumas folhas coloridas e 100 páginas. Lançado em Dezembro de 1977.

Um menino é o personagem-título de uma série de quadrinhos italianos. Juntamente com o  inseparável Beppe, são personagens de quadrinhos criados  em 1940 por Giuseppe Caregaro . Suas histórias foram originalmente publicados na revista "The comic Albi Del Scimiottino" e em um sem número de outras revistas. Foi também publicado pela Edizioni Alpe e mais tarde Edições Bianconi.
A partir do final da guerra foi o cartunista Giorgio Rebuffi que revolucionou os quadrinhos, transformando os dois protagonistas em dois seres humanos dando-lhes personalidades bem definidas e reforçou o lado saritical de suas histórias.
Vários personagens de apoio, tais como o super-herói Tiramolla e o lobo Pugachev também fizeram sucesso.


LOCURAS DE ISIDORO   179    

ARGENTINA

EDITORA DANTE QUINTERNO

1983


Em formato horizontal.,preto e branco e 68 páginas,publicada em Abril  de 1983,na Argentina.
Isidoro Cañones é um personagem criado na Argentina,por Dante Quinterno . Originalmente criado como um personagem secundário de Patoruzú,mas eventualmente ganhou popularidade o suficiente para ter sua própria revista. O personagem se mostra como 'o maior playboy de Buenos Aires',e sua vida com sua bela e jovem amiga  e seu tio autoritário,entre outros personagens.
Dante Quinterno,nasceu em Buenos Aires em 26 de outubro de 1909 e faleceu também em Buenos Aires a 14 de maio de 2003,foi um importante autor de quadrinhos argentino, célebre por seu personagem Patoruzú.
SOLDINO  54      

ITÁLIA

EDITORA METRO

1978


Em formatinho,13 x 19,mesclado em preto e branco e colorido e 100 páginas. Lançado em Janeiro de 1978.

Mais um personagem conhecido de Giovan Battista Carpi.  Soldino é um garoto que contracena muito com a Vovó Abelarda. Nas suas revistas costumavam vir histórias  de Bongo e Nik-Nok.
O autor Giovan Battista Carpi nasceu em Gênova em 16 de novembro de 1927 e faleceu em Genoa,em 8 de março, 1999,sendo um cartunista italiano.
Ele é  considerado o primeiro italiano a desenhar quadrinhos Disney . Seu valor como desenhista e seu perfeccionismo, a vastidão do seu trabalho, não apenas na Disney, e sua atenção aos detalhes fazem dela uma das figuras mais ilustres da cena do comics italiano.
Ele criou entre outros personagens de quadrinhos bem conhecidos para Editions Bianconi : Labareda (Geppo),Vovó Abelarda (Nonna Abelarda),Soldino,Tostão (Trottolino),Bingo (Sammy),Tio Bilhão (Zio Trottolone),Nicotina e outros.


                                                             Vovó Abelarda e Soldino.
LOCURAS DE ISIDORO   183      

ARGENTINA

EDITORA DANTE QUINTERNO

1983


Em formato horizontal.preto e branco e 68 páginas,publicada em Agosto de 1983,na Argentina.
Isidoro Cañones é um personagem criado na Argentina,por Dante Quinterno . Originalmente criado como um personagem secundário de Patoruzú,mas eventualmente ganhou popularidade o suficiente para ter sua própria revista. O personagem se mostra como 'o maior playboy de Buenos Aires',e sua vida com sua bela e jovem amiga  e seu tio autoritário,entre outros personagens.
Dante Quinterno,nasceu em Buenos Aires em 26 de outubro de 1909 e faleceu também em Buenos Aires a 14 de maio de 2003,foi um importante autor de quadrinhos argentino, célebre por seu personagem Patoruzú.
TROTTOLINO   22      

ITÁLIA

EDITORA METRO

1976


Em formatinho,13 x 19,em preto e branco,com algumas folhas coloridas e 100 páginas.

Trottolino,Tostão no Brasil é um personagem de quadrinhos Italiano, que apareceu nas bancas em várias séries entre 1952 e 1990.
Trata-se de um esquilo antropomórfico e confuso. A acompanhá-lo em suas aventuras apareceram o Tio Trottolone (Tio Bilhões) e o cão Sammy (Bingo).
Foi nessa revista, que estreou Geppo (Labareda), personagem que fez um sucesso tão grande que a editora decidiu criar uma segunda revista dedicada a ele.
O nascimento da revista "Trottolino" é considerado um marco na história dos quadrinhos italiano: foi a revista que nasceu a  Edizioni Il Ponte, que em seguida, tornou-se a Edições Bianconi e Metro.
O autor Giovan Battista Carpi  nasceu em Gênova em 16 de novembro de 1927 e faleceu em Genoa,em 8 de março, 1999,sendo um famoso cartunista italiano.
Ele é  considerado o primeiro italiano a desenhar quadrinhos Disney . Seu valor como desenhista e seu perfeccionismo, a vastidão do seu trabalho, não apenas na Disney, e sua atenção aos detalhes fazem dela uma das figuras mais ilustres da cena do comics italiano.
Ele criou entre outros personagens de quadrinhos bem conhecidos para Editions Bianconi : Labareda (Geppo),Vovó Abelarda (Nonna Abelarda),Soldino,Tostão (Trottolino),Bingo (Sammy),Tio Bilhão (Zio Trottolone),Nicotina e outros.
Tottolino teve 13 edições no Brasil,com o nome de "Tostão",iniciou em 1975 indo até Dezembro de 1976.


                                                     Tostão (Trottolino) e Bingo (Sammy).

LOCURAS DE ISIDORO   273       

ARGENTINA

EDITORA DANTE QUINTERNO

1991


Em formato horizontal,preto e branco e 68 páginas,publicada em Fevereiro de 1991,na Argentina.
Isidoro Cañones é um personagem fictício dos quadrinhos argentinos, criado por Dante Quinterno. Ele foi criado como um personagem coadjuvante de Patoruzú, mas teve sua própria revista em quadrinhos mais tarde, o que é reimpresso periodicamente. Muitas vezes, o personagem é referenciado como um "playboy", mas apenas com o significado de um homem em busca de lazer e um estilo de vida de alta sociedade, sem referências a sexo. O personagem foi usado em um filme de animação de 2007.   Isidoro seria, desde sua primeira aparição, o representante legal de Patoruzú. A história em quadrinhos foi baseado na dicotomia entre ambos os personagens, com Patoruzú  cheio de virtudes e Isidoro cheio de falhas. Tentativas de Isidoro para roubar dinheiro de Patoruzú ou o estilo de vida de luxo sem trabalhar,aparecem em muitas tramas.
Dante Quinterno,nasceu em Buenos Aires em 26 de outubro de 1909 e faleceu também em Buenos Aires a 14 de maio de 2003,foi um importante autor de quadrinhos argentino, célebre por seu personagem Patoruzú.
SOLDINO   26      

ITÁLIA

EDITORA METRO

1975



Em formatinho,13 x 19,mesclado em colorido e preto e branco e 68 páginas.   Lançado em 19 de Dezembro de 1975.


Mais um personagem conhecido de Giovan Battista Carpi.  Soldino é um garoto que contracena muito com a Vovó Abelarda. Nas suas revistas costumavam vir histórias  de Bongo e Nik-Nok.
O autor Giovan Battista Carpi nasceu em Gênova em 16 de novembro de 1927 e faleceu em Genoa,em 8 de março, 1999,sendo um muito famoso cartunista italiano.
Ele é  considerado o primeiro italiano a desenhar quadrinhos Disney . Seu valor como desenhista e seu perfeccionismo, a vastidão do seu trabalho, não apenas na Disney, e sua atenção aos detalhes fazem dele uma das figuras mais ilustres da cena do comics italiano.
Ele criou entre outros personagens de quadrinhos bem conhecidos para Editions Bianconi : Labareda (Geppo),Vovó Abelarda (Nonna Abelarda),Soldino,Tostão (Trottolino),Bingo (Sammy),Tio Bilhão (Zio Trottolone),Nicotina e outros.


                                                                      Vovó Abelarda.


                                                                          Soldino.
FIX UND FOXI
JEDER HAT SO SEINEN FIMMEL

ALEMANHA

EDITORA MOEWIG

1992


Em formato americano,18,5 x 26,5,colorido e 82 páginas. Com o sub-título
"Todo mundo tem a sua mania".

No Brasil,foram publicadas no Brasil 2 séries das revistas de Fix e Fox.
Uma pela RGE,com 15 números entre Janeiro de 1966 a Abril de 1968,onde curiosamente Fix e Fox não apareceram em todas as revistas.  Outra pela Bloch,em 1975,com 15 edições.
Fix e Fox, criados pelo editor de quadrinhos Rolf Kauka, é uma das séries de quadrinhos alemães mais bem sucedido e mais conhecido. A revista semanal, tendo o seu nome a partir dos dois protagonistas raposas , foi publicado há mais de 40 anos entre 1953 e 1994. Re-batizado Fix & Foxi, foi relançado como uma revista mensal em 2000, 2005 e 2010, respectivamente. Desde o final de 2010 publicação, mais uma vez teve a publicação interrompida.
Em 1947, Rolf Kauka fundou a "Kauka Publishing". Em maio de 1953 seu primeiro livro em quadrinhos,"Till Eulenspiegel", apareceu. Os personagens das histórias em quadrinhos foram vagamente baseado no folclore alemão.  Na edição número 6 os personagens Fix e Fox apareceram pela primeira vez em uma história em quadrinhos curta. Eles logo se tornaram favoritos dos leitores e a edição número 29 da revista em quadrinhos foi renomeado "Fix und Foxi".
Além da Alemanha, Kauka encontrou ilustradores experientes na Iugoslávia, Itália e Espanha. Ao longo dos anos, eles criaram mais de 80 personagens  diferentes sob sua supervisão . Kauka também publicou séries de outros países, principalmente França e Bélgica, dando-lhes a sua primeira grande oportunidade na Alemanha e popularizar-los. Fix und Fox foi publicado semanalmente na Alemanha, com uma tiragem de até 400.000 semanais, em época áurea da revista. Alegadamente, um total de mais de 750 milhões de livros em quadrinhos foram vendidos internacionalmente. As raposas de Kauká também apareceram na revista "Spin-offs", livros de bolso e álbuns.
Em 1973, Kauka vendeu sua editora e Fix und Foxi foi publicado por outros, embora ele continuasse com  o controle criativo. Nesta época,Bauer / VPM eventualmente se tornou o editor. Em 1994, a série em quadrinhos foi refeita pelos editores em um tablóide do adolescente e a publicação foi mudado de semanal para mensal. Neste ponto Rolf Kauka retirou os direitos de publicação e parou a publicação da série.
De 1993 a 1998 ,"Norbert Hethke Verlag" produziu reedições dos primeiros 50 livros. De 1997 a 1999 sete álbuns de quadrinhos  clássicos foram produzidos pela  "Ehapa", editora rival.. Em 2000 houve uma vida curta de renascimento da história em quadrinhos da "Ehapa", mas foi interrompida após apenas a terceira edição, devido a vendas insuficientes. Em 2005, a revista foi relançada novamente por "Tigerpress Verlag", de Hamburgo, uma parte da editora "Gruner & Jahr" do "Grupo Bertelsmann". Pouco  depois a "Tigerpress" enfrentou falência em 2009, a revista foi relançada, mais uma vez, desta vez pela "New Publishing terra", que entrou em liquidação no final de 2010.
Nos últimos anos de sua vida, Kauka começou a planejar a série de TV Fix e Fox juntamente com sua esposa, Alexandra Kauka. Ele também planejou ,em colaboração com a "Ravensburger Corporation", Fix e Foxi Adventure Land no parque temático Ravensburger Spieleland. "The Fix e Foxi e Amigos", série de TV,foi transmitida pela primeira vez na Alemanha em Fevereiro de 2000, e exibida em 30 países.
Entre os personagens da série destacam-se o Lobão e o Professor Pancada.






LOCURAS DE ISIDORO   297       

ARGENTINA

EDITORA DANTE QUINTERNO

1993


Em formato horizontal.,preto e branco e 68 páginas,publicada em Fevereiro de 1993,na Argentina.
Isidoro Cañones é um personagem fictício dos quadrinhos argentinos, criado por Dante Quinterno. Ele foi criado como um personagem coadjuvante de Patoruzú, mas teve sua própria revista em quadrinhos mais tarde, o que é reimpresso periodicamente. Muitas vezes, o personagem é referenciado como um "playboy", mas apenas com o significado de um homem em busca de lazer e um estilo de vida de alta sociedade, sem referências a sexo. O personagem foi usado em um filme de animação de 2007.   Isidoro seria, desde sua primeira aparição, o representante legal de Patoruzú. A história em quadrinhos foi baseado na dicotomia entre ambos os personagens, com Patoruzú  cheio de virtudes e Isidoro cheio de falhas. Tentativas de Isidoro para roubar dinheiro de Patoruzú ou o estilo de vida de luxo sem trabalhar,aparecem em muitas tramas.
Dante Quinterno,nasceu em Buenos Aires em 26 de outubro de 1909 e faleceu também em Buenos Aires a 14 de maio de 2003,foi um importante autor de quadrinhos argentino, célebre por seu personagem Patoruzú.


BIRNBAUM'S WALT DISNEY WORLD 2004    
THE OFFICIAL GUIDE

ESTADOS UNIDOS

EDITORA DISNEY EDITIONS

2004

Livro em formato americano,17,5 x 25,colorido e 258 páginas. Trata-se de um índice das atrações da Disney World,do ano de 2004.  Com desenhos do Mickey,Minnie,Pato Donald,Margarida,Pateta,Chiquinho e Francisquinho,Pinóquio,Pluto,Dumbo,Grilo Falante e outros personagens.



GEPPO   158      

ITÁLIA

EDITORA METRO

1987


Em formatinho,13 x 19,em preto e branco com algumas folhas coloridas e 116 páginas.   Lançado em Setembro de 1987.

Geppo,conhecido como Labareda no Brasil  é o personagem-título de uma série de quadrinhos criado pelo  italiano Giovan Battista Carpi. Geppo é um diabo de bom coração , é um personagem ingênuo, tímido, compassivo,o que cria  problemas contínuos com o seu "chefe", Satanás.
Ele estreou oficialmente em 1955 na revista "Volpetto comics", na história "Nova vida ... para o inferno!" , mas uma versão inicial do Geppo apareceu em dezembro de 1954, na história em quadrinhos "Geppo o bom diabo" , com um projeto gráfico diferente realizado por Giulio Chierchini.
Em 1961 Geppo tornou-se o personagem principal de uma série de quadrinhos epônimo, publicados há mais de 30 anos por Edizioni Bianconi. Pier Luigi Sangalli e mais tarde Sandro Dossi alternaram como autores dos quadrinhos.
O autor Giovan Battista Carpi  nasceu em Gênova em 16 de novembro de 1927 e faleceu em Genoa,em 8 de março, 1999,sendo um cartunista italiano.
Ele é  considerado o primeiro italiano a desenhar quadrinhos Disney . Seu valor como desenhista e seu perfeccionismo, a vastidão do seu trabalho, não apenas na Disney, e sua atenção aos detalhes fazem dela uma das figuras mais ilustres da cena do comics italiano.
Ele criou entre outros personagens de quadrinhos bem conhecidos para Editions Bianconi : Labareda (Geppo),Vovó Abelarda (Nonna Abelarda),Soldino,Tostão (Trottolino),Bingo (Sammy),Tio Bilhão (Zio Trottolone),Nicotina e outros.
Teve 7 revistas lançadas no Brasil,com o nome de "Labareda",pela Editora Vecchi,entre Setembro de 1975 e Junho de 1976. Também teve 1 edição de  "As Melhores Histórias de Labareda e Seus Amigos",lançada em Setembro de 1975,que era formada por revistas de encalhe encartadas:"Arquibaldo" 4/Agosto de 1975,"Vovó Abelarda" 8/Agosto de 1976 e "Tostão" 3/Agosto de 1975. Esta edição tinha 160 páginas.



DIE GEISTER - KARAWANE

ALEMANHA

EDITORA MOEWIG

1992


Em formato americano,18,5 x 26,5,colorido e 82 páginas,com o sub-título de "A Caravana Fantasma".
Foram publicadas no Brasil 2 séries de revistas com Fix e Fox,
Uma pela RGE,com 15 números entre Janeiro de 1966 a Abril de 1968,onde curiosamente Fix e Fox não apareceram em todas as revistas.  Outra pela Bloch,em 1975,com 15 edições.
Fix e Fox, criados pelo editor de quadrinhos Rolf Kauka, é uma das séries de quadrinhos alemães mais bem sucedido e mais conhecido. A revista semanal, tendo o seu nome a partir dos dois protagonistas raposas , foi publicado há mais de 40 anos entre 1953 e 1994. Re-batizado Fix & Foxi, foi relançado como uma revista mensal em 2000, 2005 e 2010, respectivamente. Desde o final de 2010 publicação, mais uma vez teve a publicação interrompida.
Em 1947, Rolf Kauka fundou a "Kauka Publishing". Em maio de 1953 seu primeiro livro em quadrinhos,"Till Eulenspiegel", apareceu. Os personagens das histórias em quadrinhos foram vagamente baseado no folclore alemão.  Na edição número 6 os personagens Fix e Fox apareceram pela primeira vez em uma história em quadrinhos curta. Eles logo se tornaram favoritos dos leitores e a edição número 29 da revista em quadrinhos foi renomeado "Fix und Foxi".
Além da Alemanha, Kauka encontrou ilustradores experientes na Iugoslávia, Itália e Espanha. Ao longo dos anos, eles criaram mais de 80 personagens  diferentes sob sua supervisão . Kauka também publicou séries de outros países, principalmente França e Bélgica, dando-lhes a sua primeira grande oportunidade na Alemanha e popularizar-los. Fix und Fox foi publicado semanalmente na Alemanha, com uma tiragem de até 400.000 semanais, em época áurea da revista. Alegadamente, um total de mais de 750 milhões de livros em quadrinhos foram vendidos internacionalmente. As raposas de Kauká também apareceram na revista "Spin-offs", livros de bolso e álbuns.
Em 1973, Kauka vendeu sua editora e Fix und Foxi foi publicado por outros, embora ele continuasse com  o controle criativo. Nesta época,Bauer / VPM eventualmente se tornou o editor. Em 1994, a série em quadrinhos foi refeita pelos editores em um tablóide do adolescente e a publicação foi mudado de semanal para mensal. Neste ponto Rolf Kauka retirou os direitos de publicação e parou a publicação da série.
De 1993 a 1998 ,"Norbert Hethke Verlag" produziu reedições dos primeiros 50 livros. De 1997 a 1999 sete álbuns de quadrinhos  clássicos foram produzidos pela  "Ehapa", editora rival.. Em 2000 houve uma vida curta de renascimento da história em quadrinhos da "Ehapa", mas foi interrompida após apenas a terceira edição, devido a vendas insuficientes. Em 2005, a revista foi relançada novamente por "Tigerpress Verlag", de Hamburgo, uma parte da editora "Gruner & Jahr" do "Grupo Bertelsmann". Pouco  depois a "Tigerpress" enfrentou falência em 2009, a revista foi relançada, mais uma vez, desta vez pela "New Publishing terra", que entrou em liquidação no final de 2010.
Nos últimos anos de sua vida, Kauka começou a planejar a série de TV Fix e Fox juntamente com sua esposa, Alexandra Kauka. Ele também planejou ,em colaboração com a "Ravensburger Corporation", Fix e Foxi Adventure Land no parque temático Ravensburger Spieleland.   "The Fix e Foxi e Amigos", série de TV,foi transmitida pela primeira vez na Alemanha em Fevereiro de 2000, e exibida em 30 países.
Entre os personagens da série destacam-se o Lobão e o Professor Pancada.








quarta-feira, 11 de novembro de 2015

PATO LUCAS   2    

CHILE

EDITORA ANDINA

1990


Em formato americano,18 x 27,colorido e 28 páginas com a Turma do Looney-Tunes. Lançado em 07 de Agosto de 1990.

Patolino, como é conhecido no Brasil ou Daffy Duck ou ainda Pato Lucas é um pato ficcional da série de animação "Looney Tunes", dos estúdios Warner Bros.
Foi introduzido em 1937, em um filme chamado "Gaguinho e a caça ao pato". O personagem fez diversas aparições junto a Gaguinho em seguida, as primeiras como rival, mas a maioria sendo o contraponto maluco do porquinho.
Patolino foi aparecendo com mais frequência, quase sempre como adversário do Pernalonga (principalmente para evitar as balas de Hortelino), inconformado que tudo dava certo para o coelho, mas para ele não.
O personagem é muito popular, e é o terceiro mais frequente dos curtas da Warner Bros. com 133 aparições , depois de 159 de Gaguinho e 166 de Pernalonga.








LUSTIGE TASCHENBÜCHER   9    

ALEMANHA

EDITORA EHAPA

1971


Em formatinho,12,5 x 19,mesclado entre colorido e preto e branco e 258 páginas com histórias com o Pato Donald,como mostra o sub-título da edição,"Donald Gibt Nicht Aut".  Também participam da edição  Huguinho,Zezinho e Luisinho,Tio Patinhas,Irmãos Metralha,Vovó Donalda,Gansolino,Professor Pardal,Margarida,Gastão,Chiquinho e Francisquinho,Minnie,Mickey,Pateta,Pluto,João Bafo de Onça e Clara de Ovos.


PIOLIN Y SILVESTRE   4 / 4    

CHILE

EDITORA ANDINA

1993


Em formato americano,18 x 27,colorido e 28 páginas com a Turma do Looney-Tunes. Lançado em 24 de Março de 1993.

Piu-piu ou Tweetyou ainda Piolin, é um passarinho amarelo, personagem de desenho animado criado por Bob Clampett em 1940. Faz parte da série "Looney Tunes", produzida pela Warner Bros. É perseguido pelo gato Frajola.
Mostra-se como um personagem extremamente meigo e doce, mas reage com extrema maldade aos ataques do gato Frajola muitas vezes chegando a manipular um buldogue ou se esconder atrás da Vovó para evitar o gato, mas no final ele sempre consegue humilhar Frajola. Seu bordão é "Eu acho que vi um gatinho!".
Frajola é um personagem fictício da série de desenhos animados americana "Looney Tunes", mais conhecido por estrelar a série de desenhos chamada Sylvester and Tweety (no Brasil, "Frajola e Piu-Piu".
Frajola é um gato preto, que tem nariz semelhante a de um palhaço, que tem suas necessidades alimentícias, e apenas quer cumprir a cadeia alimentar. Portanto, persegue o passarinho Piu-Piu (Tweety) e o ratinho mexicano Ligeirinho (Speedy González), também às vezes o canguru Hippety Hopper que se parece com um rato gigante para se sustentar. Mas é claro que ele não tem a necessidade de comê-los, é apenas birra, porque sua dona é a Vovó e o deve tratar muito bem. Às vezes também, seu dono é Gaguinho (Porky Pig), mas nesse desenho ele não persegue nem Piu-Piu nem Ligeirinho, mas tem, para Gaguinho, temores exagerados, mas que, muitas vezes se justificam. Porém, Gaguinho não vê as causas dos temores de Silvestre, e portanto, acaba por tratá-lo mal.
LUSTIGE TASCHENBÜCHER   11  

ALEMANHA

EDITORA EHAPA

1971


Em formatinho,12,5 x 19,mesclado entre colorido e preto e branco e 258 páginas com histórias com Mickey e Pateta,como mostra o sub-título da edição,"Hexenzauber Mit Micky Und Goofy".    Também participam Chiquinho e Francisquinho,Vanda,Coronel Cintra,João Bafo de Onça,Mancha Negra e Minnie.


PATO LUCAS   4 / 1    

CHILE

EDITORA ANDINA

1993


Em formato americano,18 x 27,colorido e 28 páginas com a Turma do Looney-Tunes. Lançado em 11 de Janeiro de 1993.

Patolino, como é conhecido no Brasil ou Daffy Duck ou ainda Pato Lucas é um pato ficcional da série de animação "Looney Tunes", dos estúdios Warner Bros.
Foi introduzido em 1937, em um filme chamado "Gaguinho e a caça ao pato". O personagem fez diversas aparições junto a Gaguinho em seguida, as primeiras como rival, mas a maioria sendo o contraponto maluco do porquinho.
Patolino foi aparecendo com mais frequência, quase sempre como adversário do Pernalonga (principalmente para evitar as balas de Hortelino), inconformado que tudo dava certo para o coelho, mas para ele não.
O personagem é muito popular, e é o terceiro mais frequente dos curtas da Warner Bros. com 133 aparições , depois de 159 de Gaguinho e 166 de Pernalonga.
LUSTIGE TASCHENBÜCHER     12    

ALEMANHA

EDITORA EHAPA

1971

   
Em formatinho,12,5 x 19,mesclado entre colorido e preto e branco e 258 páginas com histórias com o Pato Donald,como mostra o sub-título da edição,"Donald In Hypnose".  Também participam Huguinho,Zezinho e Luisinho,Irmãos Metralha,Tio Patinhas,Professor Pardal, e Professor Ludovico.


                                                         Na coleção,entre outras revistas.
PIOLIN Y SILVESTRE   3 / 10  

CHILE

EDITORA ANDINA

1992


Em formato americano,18 x 27,colorido e 28 páginas com a Turma do Looney-Tunes. Lançado em 09 de Setembro de 1992.

Piu-piu ou Tweetyou ainda Piolin, é um passarinho, personagem de desenho animado criado por Bob Clampett em 1940. Faz parte da série "Looney Tunes", produzida pela Warner Bros. É perseguido pelo gato Frajola.
Mostra-se como um personagem extremamente meigo e doce, mas reage com extrema maldade aos ataques do gato Frajola muitas vezes chegando a manipular um buldogue ou se esconder atrás da Vovó para evitar o gato, mas no final ele sempre consegue humilhar Frajola. Seu bordão é "Eu acho que vi um gatinho!".
Frajola é um personagem fictício da série de desenhos animados americana "Looney Tunes", mais conhecido por estrelar a série de desenhos chamada Sylvester and Tweety (no Brasil, "Frajola e Piu-Piu".
Frajola é um gato preto, que tem nariz semelhante a de um palhaço, que tem suas necessidades alimentícias, e apenas quer cumprir a cadeia alimentar. Portanto, persegue o passarinho Piu-Piu (Tweety) e o ratinho mexicano Ligeirinho (Speedy González), também às vezes o canguru Hippety Hopper que se parece com um rato gigante para se sustentar. Mas é claro que ele não tem a necessidade de comê-los, é apenas birra, porque sua dona é a Vovó e o deve tratar muito bem. Às vezes também, seu dono é Gaguinho (Porky Pig), mas nesse desenho ele não persegue nem Piu-Piu nem Ligeirinho, mas tem, para Gaguinho, temores exagerados, mas que, muitas vezes se justificam. Porém, Gaguinho não vê as causas dos temores de Silvestre, e portanto, acaba por tratá-lo mal.
LUSTIGE TASCHENBÜCHER     6    

ALEMANHA

EDITORA EHAPA

1971


Em formatinho,12,5 x 19,mesclado em colorido e preto e branco e 258 páginas com histórias com o Mickey,como mostra o sub-título "Micky-Parade".  Também participam o Pateta,Chiquinho e Francisquinho,João Bafo de Onça,Minnie,Coronel Cintra e Pluto.


domingo, 8 de novembro de 2015

PATO LUCAS   3 / 04      

CHILE

EDITORA ANDINA

1992


Em formato americano,18 x 27,colorido e 28 páginas com a Turma do Looney-Tunes. Lançado em 15 de Abril de 1992.

Patolino, como é conhecido no Brasil ou Daffy Duck ou ainda Pato Lucas é um pato ficcional da série de animação "Looney Tunes", dos estúdios Warner Bros.
Foi introduzido em 1937, em um filme chamado "Gaguinho e a caça ao pato". O personagem fez diversas aparições junto a Gaguinho em seguida, as primeiras como rival, mas a maioria sendo o contraponto maluco do porquinho.
Patolino foi aparecendo com mais frequência, quase sempre como adversário do Pernalonga (principalmente para evitar as balas de Hortelino), inconformado que tudo dava certo para o coelho, mas para ele não.
O personagem é muito popular, e é o terceiro mais frequente dos curtas da Warner Bros. com 133 aparições , depois de 159 de Gaguinho e 166 de Pernalonga.
WALTER LANTZ - NEW FUNNIES   277    

ESTADOS UNIDOS

EDITORA DELL

1960


Em formato americano, 18 x 26,colorido e 36 páginas.Lançado em Maio de 1960.   Revista com o Pica-Pau e sua turma,criação de Walter Lantz.   Walter Lantz ou Walter Benjamin Lanza, nasceu no dia 27 de abril de 1899, em New Rochelle, Estados Unidos, filho de Francesco Paolo Lanza e Maria Gervasi, um casal de imigrantes italianos da cidade de Calitri, na Itália. Desde muito cedo o garoto Walter mostrava seus primeiros sinais de que seria um grande desenhista e em vista disso, seus pais resolveram matriculá-lo em aulas de desenhos aos doze anos de idade.
Mas apesar disso, seu primeiro emprego foi como mecânico, onde ele adorava colocar pelas paredes os seus desenhos, até que um dia um dos clientes da oficina, reparou e gostou dos desenhos de Walter na garagem. Conseguiu para ele um novo trabalho na New York American, enquanto estudava na New York City´s Art Studentes League, após o término de seu trabalho na empresa.
Aos poucos foi galgando cargos dentro da empresa e em pouco tempo já trabalhava atrás das câmeras no departamento de animação, o que fez com que pouco tempo depois ele arranjasse um emprego na John R. Bray Studios, em Nova Iorque, onde começou a trabalhar para a série “Colonel Heeza Liar”.
 Já em 1924, Lantz já tinha um grande destaque como desenhista, dirigia, animava e também protagonizava a sua primeira série de desenhos animados chamado “Dinky Doodle”. Três anos depois se muda para Hollywood e vai trabalhar com o famoso diretor Frank Capra e com o escritor de comédias Mack Sennett.
 Um ano depois, 1928, Lant foi contratado por Charles B. Mintz para a direção da série animada “Oswald the Lucky Rabbit” para a Universal Pictures, mas no princípio deste mesmo ano, Mintz e seu George Winkler resolvem vender o personagem, o que irritou profundamente o presidente da Universal, Carl Laemmle e acaba despedindo todos da companhia.
Lantz então passa a produzir a série por conta própria e resolve iniciar o seu trabalho em seu estúdio, com a ajuda do animador Bill Nolan para a criação das séries e em setembro de 1929, Lantz consegue finalmente fazer aquele que seria o seu primeiro desenho animado que foi chamado de “Race Riot”.
 Assim, Lantz continuou a trabalhar como um produtor independente, mas também co-produzindo outros desenhos animados para a Universal Pictures, algumas delas com a marca Castle Films e por volta de 1940 passa a negociar sobre os direitos dos personagens criados por ele. Entre 1939 a 1949, Lantz realizou para a Universal um desenho animado que narrava as aventuras de Andy Panda.
 Em 1940, Lantz se casa com Grace Stafford e na sua lua de mel, dizem que havia um pica-pau fazendo um tremendo barulho perfurando algumas madeiras do telhado e então ela sugeriu criar um personagem, infernal como aquele, para os seus desenhos. Verdade ou mentira, Lantz fez a aparição do Pica-Pau, fazendo um papel coadjuvante para as brincadeiras com Andy Pandy e apareceu pela primeira vez no episódio chamado “Knock Knock”, mas na época o personagem parecia não ter muito futuro.
Aos poucos o personagem foi ganhando mais destaque, mas só teve a sua grande chance em 1957, quando ele apareceu pela primeira vez conduzindo seu próprio espetáculo chamado “The Woody Woodpecker Show”. O personagem virou um tremendo de um sucesso, que Lantz chegou a receber uma indicação ao Oscar com a canção “The Woody Woodpecker Song”.
Além de Andy Panda e o Pica-Pau, Lantz criou outros desenhos que também se tornaram famosos como o Coelho Osvaldo, Picolino , Zeca Urubú,Lasquita e Toquinho,Leôncio e o Inpetor Willoughby, entre outros. Walter Lantz morreu em 22 de março de 1994, em Burbank, Califórnia, Estados Unidos, de insuficiência cardíaca, aos 95 anos de idade.



PIOLIN Y SILVESTRE   4 / 13    

CHILE

EDITORA ANDINA

1993


Em formato americano,18 x 27,colorido e 28 páginas com a Turma do Looney-Tunes. Lançado em 03 de Dezembro de 1993.

Piu-piu ou Tweetyou ainda Piolin, é um passarinho, personagem de desenho animado criado por Bob Clampett em 1940. Faz parte da série "Looney Tunes", produzida pela Warner Bros. É perseguido pelo gato Frajola.
Mostra-se como um personagem extremamente meigo e doce, mas reage com extrema maldade aos ataques do gato Frajola muitas vezes chegando a manipular um buldogue ou se esconder atrás da Vovó para evitar o gato, mas no final ele sempre consegue humilhar Frajola. Seu bordão é "Eu acho que vi um gatinho!".
Frajola é um personagem fictício da série de desenhos animados americana "Looney Tunes", mais conhecido por estrelar a série de desenhos chamada Sylvester and Tweety (no Brasil, "Frajola e Piu-Piu".
Frajola é um gato preto, que tem nariz semelhante a de um palhaço, que tem suas necessidades alimentícias, e apenas quer cumprir a cadeia alimentar. Portanto, persegue o passarinho Piu-Piu (Tweety) e o ratinho mexicano Ligeirinho (Speedy González), também às vezes o canguru Hippety Hopper que se parece com um rato gigante para se sustentar. Mas é claro que ele não tem a necessidade de comê-los, é apenas birra, porque sua dona é a Vovó e o deve tratar muito bem. Às vezes também, seu dono é Gaguinho (Porky Pig), mas nesse desenho ele não persegue nem Piu-Piu nem Ligeirinho, mas tem, para Gaguinho, temores exagerados, mas que, muitas vezes se justificam. Porém, Gaguinho não vê as causas dos temores de Silvestre, e portanto, acaba por tratá-lo mal.
TOM AND JERRY COMICS   189      

ESTADOS UNIDOS

EDITORA DELL

1960


Em formato americano, 18 x 26,colorido e 36 páginas.Lançado em Abril de 1960.  Tom e Jerry são uma das duplas mais conhecidas dos desenhos animados e das histórias em quadrinhos.,foram criados por William Hanna e Joseph Barbera para a MGM em 1940. O principal mote das histórias  são as eternas disputas entre o gato Tom e o rato Jerry, que frequentemente incluem cenas de violência cômica. O sucesso desta dupla é tanto, que mesmo 70 anos depois seus desenhos ainda são muito assistidos.
Entre os personagens mais conhecidos que participam das histórias estão o rato Espeto e o bulldog Spike.